Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


"I don't think the web makes sense"

por Miguel Reis, em 07.03.14

 

 

 

Seth Godin é um dos maiores pensadores do marketing moderno, autor de inúmeros livros, um habitual orador em conferências de todo o mundo e um opinion-leader distinto.

 

Em paralelo com todas essas atividades, Seth tem também um blog onde escreve diariamente… que não é um blog qualquer. É um dos melhores e mais inspiradores: o Seth´s Blog.

 

Graças à sua longa e transversal experiência na área do marketing, os assuntos explorados no seu blog são quase sempre repletos de uma sensibilidade empresarial acima da média e expostos de uma forma clara e concisa.

 

Podia escolher múltiplos posts do seu blog para exemplificar o porquê de o considerar de visita obrigatória, mas escolho um post recente em que Seth conta uma história sobre o seu passado e reflete sobre a importância de aceitar e assumir que os julgamentos que fazemos sobre o mundo que nos rodeia podem estar errados.

 

Todos nós já tivemos em algum momento a certeza absoluta que a nossa opinião sobre determinado assunto é tão segura, tão inabalável, que não a vamos algum dia mudar. Ora Seth tem um background que não é fácil de igualar mas, como todos nós, já errou e vai voltar a errar.

 

Na década de 90, errou sobre algo que à partida, aos olhos da atualidade, não oferece grandes dúvidas: a pertinência da Web.

 

"I don't think the web makes sense. It's just like Prodigy, but slower and with no business model." 

 

Seth refere e bem no seu post, que os seres humanos não são muito bons a assumir que a sua opinião estava errada. É realmente verdade.

 

Esse é um dos principais erros dos gestores, dos profissionais e de todos nós enquanto indivíduos sociais.

 

Mudar de opinião não é mau, nem sinónimo de fraqueza. Manter uma opinião e ser autista em relação ao mundo que nos rodeiam é que pode ditar um triste fado, além de perpetuar um empobrecimento interior.

 

Saber assumir que a interpretação que fizemos sobre algo estava errada e ter a capacidade de aceitar uma nova perspetiva, deitando por terra os nossos pilares iniciais, é um skill. 

 

Leiam a história completa @ Seth´s Blog.

 

Vale a pena. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D